7 tendências de recrutamento e seleção de funcionários

  •  

tendencias no recrutamento e seleção de funcionários

O ano de 2020 trouxe diversos desafios para todas as áreas existentes. No âmbito de recrutamento e seleção não poderia ser diferente, fato que apresenta hoje novas tendências para essa área. Apesar de todas as situações negativas que esse marco trouxe para a história humana, com ele também vieram os aprendizados, a possibilidade de progressos e novas vivências da realidade. 

Hoje com a tecnologia é possível encurtar as distâncias, proporcionar mais qualidade de vida permitindo que mais pessoas tenham acesso à educação, cultura e entretenimento.

Com a tecnologia é possível hoje em dia cultivar uma qualidade de vida, equilibrando trabalho em home office, vida pessoal e saúde física e mental.

As áreas de recursos humanos perceberam essa tendência e foram as primeiras a adaptar-se ao “novo normal”, criando condições e estratégias para permitir que, apesar do isolamento social, os colaboradores possam se desenvolver e colher os benefícios dessa mudança.

Com recrutamento e seleção de funcionários o processo é o mesmo, criam-se novas tendências e ferramentas que beneficiam a contratação de profissionais que muitas vezes já iniciam seu período de trabalho em Home Office, em alguns casos nem chegam a ir presencialmente na empresa por exemplo.

 

As 7 tendências para o recrutamento e seleção que vamos destacar são:    

  •  Preocupação com o Employer Branding 
  •  Observação de competência interpessoais
  •  Inclusão social
  •  Adequação a Lei de Proteção Geral dos Dados (LGPD)
  •  Uso de ferramentas inteligentes 
  •  Informalidade 
  •  Maior foco em treinamento e desenvolvimento

 

Veja abaixo cada um destes tópicos mais detalhadamente: 

 

Preocupação com o Employer Branding

Employer Branding ou marca empregadora consiste na utilização do marketing juntamente com as áreas de Recursos Humanos para transformar a empresa em referência quando se fala em “um bom lugar para trabalhar”.

É um processo estruturado de promoção da imagem da empresa, criação, divulgação e absorção da cultura organizacional pelos colaboradores de forma a inspirar tanto os colaboradores internos quanto os candidatos, parceiros externos e todos que tiverem contato com a marca da empresa.

Visa o bem estar do colaborador com ações estruturadas para o reconhecimento, feedback, desenvolvimento, treinamento, incentivo a cuidados com a saúde, valorização de ideias e transparência. 

 

Observação de competência interpessoais

Conhecimentos técnicos são importantes, porém, nesta abordagem, não são as únicas habilidades que devem ser analisadas durante o recrutamento e a seleção do candidato.

Deve-se também abordar as vivências do mesmo, as competências interpessoais, o que ele tem feito em sua trajetória de experiências profissionais e o que levou de aprendizado. 

Situações “problema” onde não há resposta certa e o candidato pode ser avaliado pela forma que irá enfrentar aquela situação é uma das estratégias que podem ser usadas para compreender como esse candidato atuará na prática.  

 

Você pode gostar de ler: 

Motivação no trabalho: 20 dicas + teste motivacional gratuito

 

Inclusão social

Esse é um tema recorrente nas áreas de Recursos Humanos que se tornou ainda mais presente em 2021

A empresa deve ser um local que permita que qualquer pessoa de qualquer classe, nível educacional, orientação sexual, deficiência, etnia ou credo tenha acesso a conviver e interagir com as demais pessoas sem nenhum prejuízo. 

As empresas devem pensar na inclusão de diversas minorias para criar um ambiente harmônico e plural, o que pode trazer novas visões de mundo, onde todos sem exceção tenham oportunidade para trabalhar e se desenvolver.

 

Você pode gostar de ler: 

Empresa Inclusiva: como promover inclusão no seu trabalho?

 

Adequação a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Devido a aplicação e expansão da LGPD nos últimos meses, é essencial pensar na segurança das informações, principalmente dos candidatos a uma vaga de sua empresa.

É preciso pensar a forma de armazenar essas informações, bem como a forma mais segura de descartá-las. Além disso, é essencial que haja um cuidado no trato ao checar as informações e referências dos candidatos. 

Uso de ferramentas inteligentes

Com o uso de tecnologias com inteligência artificial é possível fazer uma triagem otimizada dos candidatos, buscando entre os currículos enviados somente as principais informações desejáveis para a vaga, agilizando os processos de seleção, reduzindo o trabalho do recrutador e diminuindo os custos na contratação de novos funcionários.  

Além disso, existem plataformas que verificam as competências dos colaboradores a partir de testes online, tornando-se uma fase eliminatória ao passo em que vai alinhando as expectativas da vaga ao candidato ideal, ficando para uma segunda etapa a interação com o profissional de Recrutamento e Seleção. 

 

Você pode gostar de ler: 

Ferramentas para gestão de RH: Confira as melhores e seus benefícios

 

Informalidade 

Diferente da geração Millenial, a Geração Z já nasceu com computadores e muitos já possuem o acesso nato a internet. 

A forma de abordagem desses jovens deve abarcar o oferecimento de um ambiente mais informal, onde seja possível ter um tempo de lazer durante o intervalo ou mesmo um local adequado para descanso. 

Esses jovens se inspiram em empresas como a Google como um local ideal de trabalho e se sentem motivados para trabalhar neste tipo de ambiente. Assim a estrutura da empresa, os benefícios, a conduta de vestimenta mais informal permite a atração de um público mais jovem, com ideias inovadoras e uma visão atual do mundo corporativo.  

 

Maior foco em treinamento e desenvolvimento

O trabalho remoto trouxe muita flexibilidade ao colaborador, porém o trato com os colaboradores não pode esmaecer. 

É preciso continuar desenvolvendo as equipes com a mesma performance da atuação presencial. Assim, cada vez mais, são utilizadas plataformas de EAD, palestras online e atividades online em grupo, permitindo que todos aprendam e interajam simultaneamente. 

Outro ponto muito importante no processo de seleção, consiste na necessidade de alinhar as informações entre as expectativas sobre a vaga e o treinamento para executar a função, principalmente para reter os novos colaboradores. 

Como você pode ver, os desafios de 2021 acabam de começar! É impossível prever quais serão os impactos da pandemia em nossa sociedade, porém, uma coisa é certa: enquanto estivermos aqui faremos o nosso melhor para trazer os melhores conteúdos para você! 

Você já está adaptado a essas tendências de Recrutamento e Seleção? Gostou dessas dicas? Se manter sempre bem informado fará a diferença na evolução de sua empresa ao contratar profissionais cada vez melhores. 

Aproveite que os estagiários podem trabalhar em home office e faça toda a contratação deles remota. Além disso, você pode contratar o seguro estágio de forma rápida e prática em nosso site www.comocontratarumestagiário.com.br.

Acesse o plano anual mais completo do mercado em quesito de agilidade e economia para sua empresa! 

 

Equipe Como Contratar um Estagiário

Artigo produzido por Pamela Rocha e revisado por Cibele Marques.


  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *